terça-feira, 11 de maio de 2010

Amiga querida (e quiçá distante),

companheira de trabalho e devaneios! Já passou das 22h e aqui sentei para escrever algumas linhas... está passando cada vez mais rápido! Parece que foi ontem que me mandaste a última carta. Perdoname, não é desleixo com a nossa escrita, mas cansaço mesmo.

Tu com todos os teus projetos (e eu com os meus) que nem para um café básico o relógio tem sido nosso amigo! Injustiçadas pelo tempo! E desestabilizadas pelas leituras: caos! Caos! Caos! Se bem que me parece que aquela nuvem negra que andava sobre as cabeças tenha sido levada pelo amigo vento (pelo menos é o que me parece). Ando mais leve, mais risonha e mais confiante no futuro (seja ele próximo ou distante); afinal, se não confiarmos nisso, no que confiaremos? Assim só nos restarão as tais ovelhas (que para Caio F. simbolizavam o lado mais humano do ser humano, mas isso é outro capítulo)!

Neste momento um vento gélido invade o meu quarto enquanto escrevo e tomo meu vinho para manter-me mais tranquila e aquecida depois de um dia bem cansativo. Cansativo e produtivo: me sinto viva fazendo o que faço – nascemos narcisistas, coisa boa... e com o tempo aprendemos a perceber o outro. Ou a analisar o outro? (pensei na AD ao escrever isso, a tua eterna paixão). Mas a mim me basta aceitar o outro (com ou sem borboletas amarelas).
E agora Fito se faz presente ‘en mi habitación’ cantando “Tiempo al tiempo”; e enquanto ele canta eu penso: não adianta, Jana querida, as coisas nunca acontecem no tempo que queremos. E para isso temos de dar tempo ao próprio tempo.
É, sei que é complicadíssimo controlar a ansiedade neste momento de tensão pelo qual estás passando, mas respira! Enquanto houver borboleta amarela, haverá uma luz que continuará a brilhar! E assim seguimos acreditando e muito nisso que já foi dito.

E ninguém disse que viver seria fácil, mas com toda certeza foi prometido que sempre valerá (e muito) cada instante!

Cócegas cócegas da loulou.

2 comentários:

janaina brum disse...

Loulou, adorei ler a cartinha! Resposta a caminho... beijo no cuore...
PS: queria te ligar agora, mas acho tarde... estou desde cedo pensando em ti... querendo falar contigo, mas não tive tempo de te ligar mais cedo... e sabes do meu problema em ligar para as pessoas depois das 22h, não é?
Beijos de novo!

luciene santos disse...

Amore!

Já me alegro que tenhas pensado em mim! \o/

E assim: não tenha pressa na resposta! Vai vivendo e observando que a inspiração vem com o caminho.

E nunca vou te querer distante!
De forma alguma.

Teu lugar é o teu lugar!

Com todo o carinho que posso te oferecer,

Lu.